O presidente Michel Temer autorizou uso das Forças Armadas nas eleições do Amazonas

Foto: Reprodução Internet
O presidente Michel Temer autorizou o emprego das Forças Armadas durante as eleições suplementares no estado do Amazonas, marcadas para agosto. Os militares estão autorizados a atuar durante os processos de votação e apuração. O decreto assinado hoje (24) determina que os locais e o período de atuação das Forças Armadas serão definidos pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A medida será publicada na edição de amanhã (25) do Diário Oficial.

Os eleitores irão às urnas no dia 6 de agosto escolher um novo governador, após a cassação do mandato do então chefe do Executivo do Amazonas, José Melo (Pros), e do vice, Henrique Oliveira, (Solidariedade) por compra de votos nas eleições de 2014. A cassação foi confirmada em maio pelo TSE.

O tribunal determinou o afastamento dos dois políticos do cargo e a posse imediata do presidente da Assembleia Legislativa do Estado, David Almeida (PSD), para um mandato interino até a realização de novas eleições diretas. A eleição suplementar no Amazonas deve envolver mais de 8 mil pessoas entre servidores e colaboradores e serão utilizadas mais de 7 mil urnas eletrônicas.

Marcelo Brandão – Repórter da Agência Brasil

Twitter: @PortaldoCareiro
Redação: (92)99191- 9814


Warning: A non-numeric value encountered in /home/portaldocareiro/public_html/wp-content/themes/Newspaper/includes/wp_booster/td_block.php on line 1009