Senador Eduardo Braga recebeu R$ 6 milhões para apoiar Dilma em 2014, diz delator

Delator Ricardo Saud afirma que Braga e outros cinco senadores receberam propina. Senador rebateu acusações.

O senador Eduardo Braga (PMDB) voltou a ter o nome mencionado em delações da Operação Lava Jato. O depoimento do diretor de relações institucionais e governo na holding J&F, Ricardo Saud, aponta que Braga recebeu R$ 6 milhões para apoiar a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) nas eleições de 2014.

Braga é citado no primeiro depoimento de Saud, concedido na sede da Procuradoria Geral da República, no dia 5 de maio. A delação tem mais de 30 minutos. O trecho em que o senador é mencionado pode ser conferido do início até 7’23” do vídeo acima.

Em nota enviada à imprensa, Braga rebate as denúncias de Saud e afirma que a delação do executivo “contém erros crassos e graves” sobre ele. “No governo Dilma, Eduardo Braga foi ministro de Minas e Energia, líder do governo no Senado e nunca negociou seu apoio à ex-presidente em qualquer base. A assessoria jurídica de Eduardo Braga estuda medidas legais contra o delator”, finaliza o comunicado.

Fonte: G1
Facebook: www.facebook.com/portaldocareiro/
Twitter: @PortaldoCareiro
Redação: (92)99191-9814