Mais que um assalto, um atentado, bandidos desafiam os orgãos de segurança pública do Careiro

 

Não é de hoje que a segurança pública no Careiro está perdendo de goleada para a bandidagem, a Polícia Civil e a Polícia Militar tem tentado garantir a segurança pública no município, mais enfrenta problemas de estrutura e maior apoio dos órgãos de segurança do Estado, muitas vezes falta o básico como combustível para as viaturas.

Viaturas estão quebradas e sucateadas, o efetivo policial é pequeno para atender as ocorrências, efetuar o patrulhamento da cidade e principalmente das comunidades e distritos do município, assim fica praticamente impossível dar o mínimo de segurança a população que paga os seus impostos para ter segurança da sua vida, do seu patrimônio.

O Comercial Purupuru já foi assaltado (Seis) vezes! Alista de roubos, assaltos e furtos no comércio do Careiro é extensa, nada escapa a ação dos bandidos, escolas Igrejas a população começa a ficar em pânico

Mas o que aconteceu ontem a noite na empresa Comercial Aiub foi mais que um assalto foi um atentado contra o patrimônio público, uma afronta aos órgãos de segurança pública.

Os bandidos mandaram “Ou a segurança pública age com os rigores da Lei ou a bandidagem vai mandar na cidade”. Vejamos o que diz a Constituição Federal sobre a segurança pública:

Da Segurança Pública
Art. 144. A segurança pública, dever do Estado, direito e responsabilidade de todos, é exercida para a preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio, através dos seguintes órgãos:
I –  polícia federal;
II –  polícia rodoviária federal;
III –  polícia ferroviária federal;
IV –  polícias civis;
V –  polícias militares e corpos de bombeiros militares.
O povo do Careiro no momento está refém dos bandidos no Careiro e espera uma resposta urgente dos responsáveis pela segurança pública.