Universidade do Estadual do Amazonas (UEA), pode fechar até dezembro, por falta de recuros

Segundo reitor Cleinaldo Costa cobrou pagamento dos professores

A Universidade do Estado do Amazonas (UEA), enfrenta a pior crise da história desde a sua fundação, em 2001. Nesta sexta-feira (08), o reitor da instituição, Cleinaldo Costa, traçou um cenário desolador.  Pelo andar da carruagem a universidade pode fechar, ou seja, segundo ele, não poderá resistir até o final de dezembro. O governador interino David Almeida (PSD) quebrou as finanças do Estado, não consegue manter a universidade e não paga os professores. A UEA tem mais 27 mil alunos matriculados, em Manaus e no interior do Estado.

Cleinaldo disse que a UEA não terá condições de fechar o ano com as contas de energia, segurança e manutenções em geral em dia.

Segundo, o reitor desde 2016, que a universidade vinha sofrendo baixa com o repasse de recursos, mas a coisa agora complicou.O governador José Melo havia prometido pagar os policiais, professores da UEA, e Procuradoria Geral do Estado  com o dinheiro da repatriação. Mas, sobre a repatriação David Almeida se calou.

PROFESSORES – Sem orçamento e com o caixa zerado, a UEA também perdeu a oferta de vagas para novos alunos, e os professores além de não terem reajuste de salários ( Plano de Cargos e Salários) também não viram a cor das promoções da data base 2015/2016/2017.

O reitor da Universidade do Estado do Amazonas, Cleinaldo Costa, enviou vários ofícios ao chefe da Casa Civil do Governo, José Alves Pacifico relatando o drama da instituição e cobrando o pagamento dos professores.

Trecho da Matéria publicada no DEAMAZÔNIA 

Twitter: @PortaldoCareiro
Redação: (92)99191- 9814


Warning: A non-numeric value encountered in /home/portaldocareiro/public_html/wp-content/themes/Newspaper/includes/wp_booster/td_block.php on line 1009