Morreu neste domingo (2) o jornalista Joaquim Marinho

Joaquim Marinho foi entrevistado no Programa do Jô - Foto: Divilgação

Manaus/AM – Radialista, empresário, cinéfilo, escritor, dono da maior coleção de pornografia e símbolos sexuais do País, Joaquim Marinho morreu neste domingo (2), aos 75 anos, depois de uma série de problemas de saúde. Nos últimos anos, ele sofria com Alzheimer, diabetes e condições cardíacas.

Foi integrante do Grupo de Estudos Cinematográficos (GEC), cineclube criado em Manaus na década de 60. Durante anos, foi dono de uma rede de cinemas de rua, incluindo o Cine Chaplin e o Grande Otelo, no Centro da cidade. Português de nascença, recebeu em 2013 o título de Cidadão do Amazonas, concedido pela Assembleia Legislativa.


Whatsapp Redação: (92)99191- 9814


 

 


Warning: A non-numeric value encountered in /home/portaldocareiro/public_html/wp-content/themes/Newspaper/includes/wp_booster/td_block.php on line 1009