Por que conversar com os bebês ajuda no desenvolvimento

Bebês e crianças pequenas aprendem a se comunicar e desenvolvem vocabulário a partir da interação com os adultos a sua volta. Isso significa, por exemplo, que uma criança não aprende a falar diante de uma televisão. Ela precisa de pessoas respondendo aos seus estímulos – e também a estimulando – para aprender a falar e se expressar.

‘Conversar’ com um bebê que ainda não fala pode ser uma tarefa difícil para muita gente. Mas um estudo publicado recentemente na revista especializada The Infancy reforça a importância deste hábito e sugere que conversar com crianças bem pequenas – escutar seus balbucios e responder a eles de forma correta, sem baby-talking, como se fosse realmente uma conversa – beneficia o desenvolvimento da linguagem delas.
Os pesquisadores analisaram as interações naturais de mães e bebês por seis meses (dos 8 aos 14 meses da criança). O comportamento da mãe em relação à comunicação com o bebê foi classificado em dois grupos distintos: “redirecionador”, quando a mãe chamava a atenção do bebê para outro objeto, desviando a atenção; ou “sensível”, quando a mãe respondia ao balbucio do bebê, seja verbalmente ou imitando o som emitido pelo filho.

Warning: A non-numeric value encountered in /home/portaldocareiro/public_html/wp-content/themes/Newspaper/includes/wp_booster/td_block.php on line 1009