PL que agrava pena para denuncia caluniosa está sendo chamado de “Neymar da Penha”

Deputado Federal Carlos Jordy (PSL-RJ) - Foto: Reproduzida da Rede Social do Deputado

São Paulo – O deputado federal Carlos Jordy (PSL-RJ) protocolou hoje (06), na Câmara dos Deputados, projeto de Lei que agrava a pena de denunciação caluniosa de crimes contra a dignidade sexual. Caso o projeto seja aprovado, pessoas que fizerem acusações mentirosas sobre crime de estupro, por exemplo, poderão ter a pena aumentada em até um terço.

Foto: Twitter do Deputado Carlos Jordy

O Projeto de Lei 3369/19 está sendo proposto dentro do contexto da suposta agressão sexual que Neymar Junior, jogador do time de futebol francês Paris Saint-German e da seleção brasileira, teria cometido contra a modelo uma modelo. Ontem, um vídeo mostrando a modelo agredindo o jogador fez com que grande parte dos internautas nas redes sociais tomassem o partido do jogador.

No Twitter, a proposta de Jordy provocou a reação de internautas, que interagiram com o post e o batizaram de “lei Neymar da Penha”, em referência à Lei Maria da Penha, que criou mecanismos para coibir a violência doméstica e familiar contra a mulher.


Whatsapp Redação: (92)99191- 9814