Manauara Shopping hoje (24) terá venda de produtos sem a cobrança de imposto

Foto: divilgação

Manaus, 24 de maio de 2018  – O Manauara Shopping recebe nesta quinta-feira (24), o Dia da Liberdade de Impostos (DLI 2018), uma ação de iniciativa da Câmara de Dirigentes Lojistas Jovem de Manaus (CDL Jovem Manaus. A principal finalidade da campanha é conscientizar a população sobre quanto de tributo os consumidores pagam no dia-a-dia. O protesto contará com a participação de centenas de lojas de segmentos como calçados, vestuários, restaurantes e eletroeletrônicos.

Para aumentar as chances de quem quer aproveitar os descontos, o Manauara Shopping terá horário especial neste dia e funcionará das 10h às 23h.

“É um momento de grande expectativa dos consumidores, que já consideram a data como uma das principais liquidações do ano. Já estamos preparados para receber um fluxo maior de clientes”, afirmou o superintendente do Manauara Shopping, Fábio Deganutti.

O coordenador da CDL Jovem Manaus, Luiz Eduardo Leal, acredita que este ano a campanha terá a possibilidade de atingir maior número de pessoas, fazendo com que elas entendam que os impostos pagos ao governo não estão sendo reinvestido em qualidade nos serviços básicos do cidadão, como segurança, educação e saúde. “Quanto mais pessoas entenderem que estamos trabalhando mais de seis meses somente para pagar impostos, mais argumentos teremos para cobrar uma melhor qualidade dos serviços em todas as esferas públicas”, afirmou.

Para marcar a data, 16 estados brasileiros participarão da ação, simultaneamente, nas capitais e cidades do interior: Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, São Paulo, Paraíba, Roraima e Santa Catarina, além do Distrito Federal.

A data marca, simbolicamente, o dia em que os brasileiros param de trabalhar apenas para pagar impostos. Neste dia, empresas dos mais variados segmentos comercializam produtos com o desconto referente ao valor da carga tributária incidente sobre eles. “Às vezes, o lojista é obrigado a arcar com todos os aumentos ditados pelo governo, não passando para o consumidor, e isso acaba diminuindo o lucro do empresário”, explicou o coordenador.

Os lojistas vão oferecer produtos sem o valor proporcional ao imposto que chegam a até 80% inferior ao valor ofertado. “Vale lembrar que o lojista não deixará de pagar o imposto, pois ele dará o desconto proporcional ao tributo, e ainda assim, irá emitir nota”, afirmou Leal.

Fonte: Press Comunicação Estratégica

Whatsapp Redação: (92)99191- 9814

Warning: A non-numeric value encountered in /home/portaldocareiro/public_html/wp-content/themes/Newspaper/includes/wp_booster/td_block.php on line 1009