Careiro/AM – Dia de Campo da Piscicultura com objetivo de desenvolver a criação de peixes no estado. O encontro aconteceu na fazenda Cabanha Águas Frias e promovida pela Cooperativa de Aquicultores e Produtores Rurais do Careiro (Capruc), localizada no município do Careiro.

De acordo com o engenheiro de pesca da Sepror, Oster Machado, o Dia de Campo é essencial para quem já trabalha ou quer trabalhar com a piscicultura. “É relevante a transferência de tecnologias para os piscicultores, arraçoamento para peixes, enfatizamos aspectos como a qualidade da ração, genética do peixe e ambiente em que os peixes podem ser colocados”, enfatizou Oster.

Além da estação de práticas no uso e armazenamento de rações liderada pela Sepror, na fazenda foram dispersas três estações que destacavam o Licenciamento Ambiental e Carteira do Produtor Rural pelo Idam e financiamento para piscicultura pela Afeam. Os produtores foram orientados pelos técnicos sobre as etapas e documentos que necessitam para realizar serviços da instituição.

Para o presidente da Cooperativa de Aquicultores e Produtores Rurais do Castanho (Capruc), Cauê Cassol, o evento é importante para que os cooperados percebam a relevância de estarem participando e se integrando com os demais piscicultores  dentro da cooperativa. “ É muito interessante mostrar para os cooperados a importância de adaptar novas tecnologias em suas produções e mostrar diversas alternativas de desenvolvimento”, destacou Cauê.

O Dia de Campo contou com a participação de produtores e piscicultores dos municípios de Careiro, Careiro da várzea, Autazes e Manaquiri, além disso, cooperativas, engenheiros de pesca e representantes da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Amazonas (Faea), Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam) e do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam).

Assista o vídeo do Dia de Campo da Piscicultura no Careiro