Banda Marcial da Escola Estadual Senador Petrônio Portella participará do ‘Brazil Music Contest’, em Mairiporã, São Paulo

Foto: Divulgação

Classificação no evento garante vaga na competição internacional, em Taiwan

A Banda Marcial da Escola Estadual Senador Petrônio Portella participará, no próximo dia 11 de março, do “Brazil Music Contest” (BMC), que acontecerá no município de Mairiporã, região metropolitana de São Paulo.

Caso sejam classificados na etapa nacional, os integrantes da banda, composta por estudantes da rede pública estadual do Amazonas, seguem para o Campeonato Mundial de Bandas de Marcha e Show – World Championship of Marching Show Bands (WAMSB), que acontecerá em julho deste ano, em Taiwan, e em 2019, no Canadá.

O evento reunirá 10 grupos de percussão, que competirão pelo título “Percussion Contest”.

De acordo com o maestro da banda, Wellington Brito, 12 estudantes do 3º ano do ensino médio e também ex-alunos da escola Petrônio Portella representarão os demais integrantes da banda na etapa nacional da competição. Atualmente, a banda é composta por 80 integrantes.

Para se inscrever no evento, os estudantes precisaram criar um vídeo no YouTube, contendo uma performance da banda. A partir do vídeo, a banda conquistou a classificação para participar da competição.

Brito informou que o evento é mais uma importante competição que a banda marcial da escola participará e que permitirá a troca de experiências com outras bandas de sucesso.

“É importante porque agrega valores e permite fazer um intercâmbio cultural. Faz com que a gente cresça, trocando experiências. A gente se espelha muito nos outros países. Somos os únicos a região norte que vão participar”, explicou Brito.

Banda marcial – Criada em 2002, no projeto Fanfarra Escolar, da Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (SEDUC), a banda marcial da escola Senador Petrônio Portella, que fica no bairro Dom Pedro, na zona oeste de Manaus, tem o objetivo de atender a diversidade cultural dos alunos da unidade de ensino.

Composta por 80 integrantes, incluindo estudantes do Ensino Médio e ex-alunos, a banda executa músicas de estilo clássico e popular.

Em 2010, ela foi elevada à categoria de banda marcial com a formação dividida em 15 integrantes no corpo coreográfico, 15 na linha de frente e 50 na banda.

Trajetória – Conhecida como DRUMPEP, a banda marcial vem ganhando espaço no cenário competitivo. Não é a primeira vez que o grupo participa de eventos internacionais. A primeira ocorreu em 2014. no World Championship Marching Show Bands, realizado na cidade de Bragança Paulista, em São Paulo.

Na competição, o grupo chegou até as semifinais da batalha de percussão contra a equipe do Canadá (Calagary Stetson), conquistando medalha de bronze para o Amazonas. Foi a única banda representante da região norte.

A banda é bicampeã da batalha de percussão pela Cooperativa dos Instrutores e Regentes de Fanfarras e Bandas do Amazonas (CIRFABAM), em 2015 e 2016.

Em 2017, a banda participou da competição em Roraima realizada pela Associação de Fanfarras e Bandas (ARRFABAN), onde o grupo conquistou premiações nas categorias “melhor regente”, “melhor linha de Frente”, “melhor mor” e “melhor percussão”.

Fonte: Comunicação Seduc

Whatsapp Redação: (92)99191- 9814


Warning: A non-numeric value encountered in /home/portaldocareiro/public_html/wp-content/themes/Newspaper/includes/wp_booster/td_block.php on line 1009