TCE reprova contas de ex-prefeito do Careiro e aplica multa de mais de 680 mil

 

A falta de justificativa para despesa de diárias, a não comprovação de deslocamento e relatório de viagens; a ausência de assinatura nas notas de empenho e liquidação; controle precário do almoxarifado de material de expediente, constatado do Almoxarifado Central da Prefeitura do Careiro; e o sucateamento de veículos depositados na garagem da Secretaria de Obras foram algumas das irregularidades detectadas e que levaram o ex-prefeito municipal do Careiro Hamilton Alves Villar,  a ter a prestação de contas, referente ao exercício de 2014, julgada irregular pelo pleno do Tribunal de Contas, durante a sessão desta quarta-feira (29).

Segundo o relator das contas de Hamilton Alves Villar, conselheiro Josué Filho, as multas e glosa aplicadas por conta das irregularidades ultrapassam R$ 680 mil. O ex-prefeito, que ainda pode recorrer da decisão, terá 30 dias para fazer a devolução aos cofres.