Pré-candidato ao Senado, Luiz Castro registra plataforma de mandato abrindo mão de privilégios

Fotomontagem: Edson Brito - Portal do Careiro

Registro não é obrigatório e será feito por decisão espontânea como garantia ao eleitor

Diminuição de Gastos – Com a renúncia de privilégios do cargo de senador, que diminuem gastos, e com o compromisso de fazer um mandato participativo e transparente, o deputado Luiz Castro, pré-candidato ao Senado Federal pela Rede Sustentabilidade, nas eleições de outubro, fará o registro da sua plataforma de atuação parlamentar, no Cartório de Registro de Títulos e Documentos da Pessoa Jurídica (Av. Getúlio Vargas, 1149), às 10h, desta sexta-feira, 15.

Renuncia de Benefícios Vitalícios – No documento, Luiz Castro renuncia aos benefícios vitalícios, prerrogativas do mandato de senador, como a aposentadoria, plano de saúde e plano odontológico. Consta também o compromisso de abrir mão do auxílio moradia, de reduzir em pelo menos 25% a verba para contratação de pessoal e para atividade parlamentar, além de renunciar ao salário extra. A estimativa é de que em oito anos de atuação, a economia chegue a R$ 10 milhões em seu mandato.

Registro em Cartório abrindo mão de privilégios – A decisão de abrir mão de privilégios e de registrar em cartório a sua plataforma de compromissos, na disputa por uma vaga ao Senado, reafirma a postura de atuação parlamentar transparente e democrática do deputado Luiz Castro, ao longo da sua trajetória política. “Para nós, que estamos construindo essa candidatura, é uma forma de dar ao eleitor algo em que ele possa acreditar, que saiba que estamos assumindo uma responsabilidade futura”, afirma.

Construção participativa do mandato – Outra proposta apresentada pelo pré-candidato é a construção participativa do mandato de senador. Para isso, antes mesmo de iniciar o período eleitoral, pelas diretrizes registradas em cartório, Luiz Castro realizará diálogos diretos com os segmentos sociais, com os trabalhadores e com o setor produtivo do Amazonas, para ouvir as demandas e saber o que deverá ser levado ao Senado Federal.

“O senador precisa deixar de se comportar como uma entidade superior, nós precisamos trabalhar diretamente com aquilo que os cidadãos e o Estado do Amazonas precisam, priorizando os interesses sociais, econômicos e ambientais”, reforça o pré-candidato.

Nessa perspectiva, as ações de fiscalização e de combate à corrupção também são pontos que Luiz Castro defende na condução de um mandato transparente e eficiente. “Criaremos mecanismos para informar de maneira eficaz a população sobre as nossas ações, consolidando um mandato diferente, fora dos esquemas de poder pelo poder”, afirma.

Whatsapp Redação: (92)99191- 9814