PF combate a compra de votos e fraude previdenciária em Roraima

Boa Vista/RR – A Polícia Federal deflagrou nesta segunda-feira (1º/10) a Operação Cheque Benefício, a fim de desarticular esquema de compra de votos em troca de concessão de benefícios previdenciários.

Ao todo estão sendo cumpridos cinco mandados em Boa Vista, sendo quatro mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão preventiva, expedidos pela 8ª Zona Eleitoral do Tribunal Regional Eleitoral de Roraima.

A investigação apura a atuação de associação criminosa que facilitava a concessão fraudulenta de benefícios previdenciários em troca de votos para um candidato a deputado estadual em Roraima, nas eleições deste ano. Conforme levantado pela Polícia Federal, os principais beneficiados pelo grupo eram pessoas idosas, que recebiam laudos falsos de um médico envolvido no esquema. O candidato já foi indiciado pela PF por cometimento de crimes eleitorais no pleito de 2014.

Caso as fraudes não fossem descobertas, os prejuízos para a previdência poderiam superar R$ 650 mil.

A investigação contou com o apoio do Ministério Público Eleitoral e da Força-Tarefa Previdenciária.

O nome da operação remonta à fraude investigada, comum nesta época, de ludibriar eleitores prometendo a facilitação ou mesmo a efetiva concessão de benefícios previdenciários em troca do voto, enganando e lesando milhares de pessoas.

Comunicação Social da Polícia Federal em Roraima


Whatsapp Redação: (92)99191- 9814