Ministério Público de Contas (MPC) aderiu à Campanha Outubro Rosa

O Ministério Público de Contas (MPC) aderiu à Campanha Outubro Rosa. Desde o início desta semana, além de declarar apoio ao movimento por meio de redes sociais, a Diretoria do MPC distribuiu laços rosas — símbolo oficial da campanha — para todos os procuradores, servidores e estagiários do MPC, que circulam nas dependências do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE) com o adereço.

Foto: MPC

O procurador-geral do MPC, João Barroso, afirmou que “o Ministério Público de Contas, como órgão legitimado na defesa dos interesses individuais homogêneos, tem como dever apoiar essa iniciativa sempre”. O procurador comunicou aos conselheiros e auditores sobre a campanha interna de apoio no MPC durante a 34ª Sessão Ordinária do Pleno do TCE, realizada na última quarta-feira (3).

Além da distribuição dos laços entre os membros do órgão e o posicionamento nas redes sociais em favor da campanha, o MPC vai realizar uma palestra, no auditório do TCE, com uma profissional da área da saúde e especialista no assunto, para compartilhar informações sobre o câncer de mama e de colo do útero, visando proporcionar mais conhecimento sobre os métodos de prevenção e de combate às doenças.

A Campanha do Outubro Rosa teve início na década de 90 e tem como objetivo principal alertar as mulheres e a sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama e, mais recentemente, sobre o câncer de colo do útero.

O câncer de mama é o mais comum entre as mulheres e com a taxa de mortalidade mais elevada, mas, se detectado em estágio inicial, apresenta alto índice de cura. Por isso, como formas de prevenção, são recomendados o autoexame e a realização da mamografia de dois em dois anos para mulheres entre 40 e 69 anos.