Havaí em alerta por surto de parasita “comedor de cérebros”

Um parasita que invade o cérebro e o sistema nervoso tem assustado os moradores da ilha de Maui, no Havaí, afinal o local só tinha registrado dois casos da doença em dez anos e nos últimos três meses teve seis casos.

O Angiostrongylus cantonensis, o parasita causador da enfermidade, é parente da lombriga –aquela mesma que você conhece – e tem sido encontrado em outros territórios do arquipélago, ou seja, novos casos devem surgir, segundo autoridades do país.

As larvas do verme são encontradas em pequenas lesmas, mas elas só amadurecem dentro do corpo de ratos, que eliminam o parasita nas fezes, que volta a contaminar as lesmas, além de outras espécies, como sapo, caranguejo e camarão.

E é por meio da alimentação que os humanos são infectados. Além dos animais acima citados, vegetais e frutas cruas mal lavadas podem conter traços de lesmas doentes que podem vir a nos deixar enfermos.

Na maioria das vezes, o corpo elimina a ameaça sozinho. Contudo se ela cresce e para no sistema nervoso central, temos um problema. Lá ele se espalha através do líquido que “lubrifica” o cerébro, causando meningite parasitária. Os sintomas mais comuns são tremorses, dormência, dores de cabeça e febre, que por vezes podem matar. Os pacientes comparam a sensação com a de ter a cabeça perfurada por uma agulha de crochê, ou seja, nada agradável.

Autoridades havaianas recomendam que todos redobrem os cuidados na higienização dos alimentos para evitar a contaminação.

Siga o Portal do Careiro nas redes sociais:
Facebook: www.facebook.com/portaldocareiro/
Twitter: @PortaldoCareiro