Durante monitoramento com drone, Polícia Civil prende foragido do sistema prisional na zona leste

Um foragido do sistema prisional de Manaus foi recapturado na tarde desta sexta-feira, 20 de outubro, no bairro Mutirão, zona leste da capital, durante uma operação de monitoramento policial com uso de drones. Condenado por roubo a mão armada, Junior Melo Maciel cumpria pena no regime semiaberto e foi preso conduzindo uma motocicleta roubada. A prisão foi efetuada por policiais do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO).
As aeronaves não tripuladas começaram a ser empregadas na semana passada pela Polícia Civil no monitoramento em tempo real de ocorrências e no mapeamento em vídeo de toda a capital. Segundo o vice-governador e secretário de Segurança, Bosco Saraiva, a tecnologia vai ser fundamental para facilitar os trabalhos de investigação e o desenvolvimento de operações policiais.
A prisão de Júnior Melo aconteceu enquanto os policiais faziam o monitoramento na região do comércio do Mutirão. A equipe identificou a moto roubada e, depois, prendeu Melo em flagrante. Ele vai responder inquérito por adulteração de chassi e será reconduzido ao sistema prisional.
“Durante o sobrevoo, a equipe identificou a moto roubada estacionada na feira e fizeram a abordagem e tinha um foragido do semiaberto”, disse o delegado Guilherme Torres, titular do DRCO.
Estrutura – Implantado por Saraiva, o monitoramento por drone terá, em cada região monitorada, uma base com uma equipe de quatro policiais civis responsáveis pela resolução de casos.
“O drone permite que, remotamente, vejamos qualquer movimentação suspeita. Além de identificar rostos e placas, com a aproximação da câmera. Mas nao é só: permite, também, o emprego mais eficiente das equipes, de maneira coordenada e programada”, frisou Torres.
Georreferenciamento – Com a chegada dos drones, a Polícia Civil formará, ainda, um mapa em vídeo de toda a capital. O banco já está em construção e funcionará seguindo a mesma lógica do georreferenciamento, ou seja, será possível encontrar endereços, identificar as características geográficas e, com isso, otimizar a resposta policial.
Fonte: Governo do Estado do Amazonas
Twitter: @PortaldoCareiro
Whatsapp Redação: (92)99191- 9814