Como denunciar irregularidades ao Ministério Público de Contas do Amazonas

Para facilitar o envio de denúncias de suspeitas de irregularidades na aplicação dos recursos públicos, o Ministério Público de Contas do Amazonas (MPC-AM) disponibiliza, a partir desta sexta-feira (21), um número de telefone (92 98833-0667) para encaminhamento de informações via WhatsApp.

A iniciativa do procurador-geral do MPC, Carlos Alberto Souza de Almeida, tem como objetivo garantir que a população tenha todos os meios disponíveis para entrar em contato com o Ministério Público.

“Recebemos, diariamente, um elevado volume de denúncias por e-mail e até por ligações telefônicas. São pessoas de todo o Estado, especialmente dos municípios do interior, que nos procuram para denunciar desmandos, irregularidades em licitações e contratos e atuam como aliados do Ministério Público de Contas na fiscalização da aplicação dos recursos públicos. Com o Whats App, vamos nos aproximar ainda mais da população que passa a ter um outro canal direto conosco”, disse o procurador.

De acordo com o procurador, o número estará disponível ininterruptamente para envio de denúncias e informações sobre as gestões municipais e estaduais, ou seja, de domingo a domingo, sem horário estabelecido.

“As denúncias e dados recebidos serão encaminhados, no primeiro dia útil subsequente ao recebimento, à Procuradoria responsável pelo órgão ou município ao qual os dados fazem referência e serão analisadas pelos procuradores de contas. Os dados do denunciante serão mantidos em sigilo e todas as informações serão preservadas”, disse Carlos Alberto Souza de Almeida.

Além do WhatsApp, a população pode entrar em contato com o MPC-AM pelos números (92) 3301-8243/8201, pelos e-mails [email protected] / [email protected], pelas redes sociais do Ministério Público (Instagram: @mpdecontasam / Facebook: Ministério Público de Contas do Amazonas)  e, ainda, fazer a denúncia pessoalmente, via formulário específico disponibilizado na sede do MPC, em Manaus.

Siga o Portal do Careiro nas redes sociais:

Facebook: www.facebook.com/portaldocareiro/
Twitter: @PortaldoCareiro