CNJ determina que TJAM apure fatos contra desembargadores denunciados pelo IACi

Manaus-AM – O Portal do Careiro recebeu em primeira mão a decisão do Concelho Nacional de Justiça (CNJ) que pediu afastamento de 04 desembargadores do Amazonas.

Relembrando a denuncia do IACi – Em Abril deste ano o Instituto Amazônico de Cidadania (IACi) pediu ao CNJ o afastamento imediado e a abertura de investigação da conduta dos desembargadores: Domingos Jorge Chalub PereiraMaria das Graças Pessoa FigueiredoLafayette Carneiro Vieira Júnior e Yedo Simões de Oliveira, com base em informações exibidas em matéria do programa Fantástico (Rede Globo).

A reportagem mostrou que um grupo seleto de amigos de autoridades do governo estadual, nas gestões de Omar Aziz (PSD) e José Melo (PROS), tiveram as despesas médicas no hospital Sírio-Libanês bancadas pelo Governo do Estado. Os valores chegam a mais de 4,4 milhões, nos entre 2012 e 2016.

Decisão do CNJ – “Assim, é necessária a apuração dos fatos em comento a fim de se aferir a ocorrência ou não de eventual violação dos deveres funcionais pelos representados.

Ante o exposto, oficie-se à Presidência do Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas informando acerca do prosseguimento da presente Reclamação Disciplinar e solicitando que, no prazo de 30 dias, encaminhe cópia de todos os atos e documentos que instruíram a apuração local.”

Veja a seguir a decisão do CNJ:


Whatsapp Redação: (92)99191- 9814