Banda Marcial da Escola Estadual Senador Petrônio Portella comemora 36 anos de existência com concerto

Foto: Divulgação

Grupo foi criado no Projeto Fanfarra Escolar da SEDUC Amazonas

A Banda Marcial da Escola Estadual de Tempo Integral Senador Petrônio Portella promoverá, no próximo dia 16 de junho, um concerto em comemoração aos seus 36 anos de existência. O evento acontecerá às 18h30 no Teatro Século, localizado na avenida Coronel Teixeira, no bairro da Ponta Negra, Zona Oeste de Manaus.

O espetáculo tem como objetivo apresentar um pouco da história da banda, com um repertório variado que vai do erudito ao popular e partilhar as emoções vividas ao longo da evolução do grupo.

De acordo com o maestro da banda, Wellington Brito, a apresentação será reservada apenas para convidados, familiares, amigos, professores e autoridades para celebrar o momento ímpar na história do grupo.

“O concerto de 36 anos é para mostrar para a sociedade o trabalho que é desenvolvido na escola Senador Petrônio Portella, as gerações que ali passaram. Tivemos várias conquistas em competições, mas acredito que a conquista maior é esse projeto ainda permanecer de pé ao longo desse tempo”, disse Brito.

Banda marcial – Criada em 2002, no projeto Fanfarra Escolar, da Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (SEDUC/AM), a banda marcial da escola Senador Petrônio Portella, que fica localizada no bairro Dom Pedro, na Zona Oeste de Manaus, tem o objetivo de atender a diversidade cultural dos alunos da unidade de ensino.

Composta por 80 integrantes, incluindo estudantes do Ensino Médio e ex-alunos, a banda executa músicas de estilo clássico e popular.

Em 2010, ela foi elevada à categoria de banda marcial com a formação dividida em 15 integrantes no corpo coreográfico, 15 na linha de frente e 50 na banda.

Trajetória – Conhecida como DRUMPEP, a banda marcial vem ganhando espaço no cenário competitivo. Não é a primeira vez que o grupo participa de eventos internacionais. A primeira ocorreu em 2014, no ‘World Championship Marching Show Bands’, realizado na cidade de Bragança Paulista, em São Paulo.

Na competição, o grupo chegou até as semifinais da batalha de percussão contra a equipe do Canadá (Calagary Stetson), conquistando medalha de bronze para o Amazonas. Foi a única banda representante da Região Norte.

A banda é bicampeã da batalha de percussão pela Cooperativa dos Instrutores e Regentes de Fanfarras e Bandas do Amazonas (CIRFABAM), em 2015 e 2016.

Em 2017, a banda participou da competição em Roraima realizada pela Associação de Fanfarras e Bandas (ARRFABAN), onde o grupo conquistou premiações nas categorias “melhor regente”, “melhor linha de Frente”, “melhor mor” e “melhor percussão”.

Whatsapp Redação: (92)99191- 9814